(32) 3232-1393 / (32) 3216-2027 / (32) 99922-1393

4 informações que você precisa conferir na carta de concessão da sua aposentadoria

17/09/2020

O segurado do INSS que recebeu a carta de concessão da sua aposentadoria precisa fazer a conferência dos dados desse documento antes de realizar o saque do benefício, PIS ou FGTS.

Veja a seguir quatro informações que você precisa checar antes de sacar o benefício:

 

1. Tipo de aposentadoria concedido:

Confira se o tipo de aposentadoria que lhe foi concedido é o tipo que você solicitou. Em alguns casos, pode acontecer do INSS conceder uma aposentadoria diferente da solicitada pelo contribuinte, por compreender que essa será mais vantosa para o contribuinte.

Um exemplo é um trabalhador que exerce atividade insalubre, faz a solicitação da aposentadoria especial, dentro das regras anteriores a reforma, e tem concedida uma aposentadoria por tempo de contribuição. Em situações como essa, o trabalhador pode ter o valor do seu benefício bastante prejudicado.

 

2. Períodos trabalhados e salários de contribuição:

Observe na memória de cálculo se os períodos e salários de contribuição foram computados corretamente. Nesses dados é possível verificar se faltou algum período de contribuição, se esses períodos foram computados na íntegra e se os valores dos salários de contribuição estão corretos.

 

3. Regra da aposentadoria:

Avalie se a regra de aposentadoria utilizada no cálculo do seu benefício está correta. Com a entrada em vigor da Nova previdência o trabalhador precisa estar atento à regra aplicada no cálculo da sua aposentadoria. Os trabalhadores que preencheram os requisitos até 12 de novembro de 2019 podem se aposentar com a regra antiga, mesmo que não tenha dado  entrada no benefício até essa data.

 

4. Valor da aposentadoria:

Verifique se o valor da sua aposentadoria está dentro do esperado. Em alguns casos, mesmo com o cálculo da aposentadoria estando correto, o valor não corresponde ao esperado pelo trabalhador. Dessa forma, pode ser mais vantajoso para esse trabalhador renunciar ao benefício e contribuir para o INSS durante mais algum tempo.

 

O segurado precisa estar ciente que o saque do benefício, PIS ou FGTS é considerado pelo INSS como uma aceitação do valor da aposentadoria. Por isso, é tão importante fazer essa conferência antes de realizar a retirada do dinheiro.  Dessa forma será possível avaliar qual a melhor atitude a ser tomada dentro da realidade de cada trabalhador.

 

Para os aposentados que receberam seu benefício e posteriormente detectaram algum erro de cálculo que possa ter prejudicado sua aposentadoria, é possível solicitar uma revisão ao INSS, dentro do prazo de 10 anos, a partir da data de concessão do benefício.

 

Antes de solicitar a revisão é aconselhável avaliar se ela realmente será positiva para sua aposentadoria. A interpretação equivocada de algum dado pode diminuir, ao invés de aumentar o valor do seu benefício.